ESCRAVOS DE JÓ JOGAVAM CAXANGÁ?

Fonte - http://nossamatutez.blogspot.com

A cantiga popular todo mundo conhece:

“Escravos de Jó, jogavam caxangá
Tira, bota, deixa o Zé Pereira ficar…
Guerreiros com guerreiros fazem zigue zigue zá
Guerreiros com guerreiros fazem zigue zigue zá…

Mas você sabe quem era Jó? Por que ele tinha escravos? Que jogo caxangá é esse?
Jó é um personagem bíblico do antigo testamento que possuía uma grande paciência. Dai a expressão “Paciência de Jó”. Segundo a Bíblia, Deus apostou com o Diabo que Jó, mesmo perdendo as coisas mais preciosas que possuía (filhos e fortuna) não perderia a fé.

Nada indica que Jó tinha escravos e muito menos que jogavam o tal caxangá. Acredita-se que a cultura negra tenha se apropriado da figura para simbolizar o homem rico da cantiga de roda. Os guerreiros que faziam o zigue zigue zá, seriam os escravos fugitivos que corriam em ziguezague para despistar o capitão-do-mato.

O mais difícil de entender é o que seria o caxangá. Segundo o dicionárioTupi-Guarani-Português, a palavra vem de caá-çangá, que significa “mata extensa”. Para o Dicionário do Folclore Brasileiro, é um adereço muito usado pelas mulheres do estado de Alagoas. A verdade é que a cantiga vem sofrendo e ainda sofre modificações em seus versos de estado para estado. Afinal de contas, o correto seria deixarmos o Zambelê ou o Zé Pereira ficar?

FONTE  http://culturanordestina.blogspot.com

Anúncios

Uma opinião sobre “ESCRAVOS DE JÓ JOGAVAM CAXANGÁ?”

  1. Acredito que a parte que fala no dito jogo se refira ao jogo da capoeira, especificamente alguma contenda ou ritual de iniciação ocorrido em algum quilombo. De tal forma, seria mais plausível a expressão “DEIXA O ZAMBELÊ FICAR”, pois talvez fosse o registro da iniciação de um novo guerreiro. Na fusão e sincretismo cultural entre as etnias brasileiras, ZAMBELÊ foi transformado em ZÉ PEREIRA, assim como o autor do PEQUENO PRÍNCIPE, Sanint Exupery, foi transformado em ZÉ PERRÍ.

    Acredito então que a inocente cantiga de roda aluda à formação de uma tropa para um novo quilombo, ou para a escolha de um novo líder guerreiro. Como não há docuentação suficiente sobre a cantiga de roda em questão, fica aí minha teoria, para ponderar sobre la, ou para rir dela, heehh!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s