ARGENTINA, TERRA DOS DINOS GIGANTES

Foto mostra fêmur de dinossauro herbívoro encontrado na Argentina (Foto: Museo Egidio Feruglio/TELAM/AFP)
Foto mostra fêmur de dinossauro herbívoro encontrado na Argentina (Foto: Museo Egidio Feruglio/TELAM/AFP)

Paleontólogos acreditam que ossos fossilizados de dinossauros desenterrados recentemente na Argentina podem ser das maiores criaturas que já andaram na Terra

Ao medir o comprimento e a circunferência do maior fêmur (osso da coxa) encontrado, os cientistas estimaram que o dinossauro tinha 40 metros de comprimento e 20 metros de altura – quando esticava o pescoço.

Com 77 toneladas, seria tão pesado quanto 14 elefantes africanos e sete toneladas mais pesado do que o recordista anterior, o Argentinosaurus, também encontrado na Patagônia. Acreditam que é uma nova espécie de titanossauro – enormes herbívoros que datam do período Cretáceo.

Um trabalhador agrícola local tropeçou sobre seus restos no deserto perto de La Flecha, cerca de 250 quilômetros a oeste de Trelew, Patagônia. Os fósseis foram escavados em seguida, por uma equipe do Museu de Paleontologia Egidio Feruglio, liderada por José Luis Carballido e Diego Pol. Eles desenterraram os esqueletos parciais de sete dinossauros – cerca de 150 ossos no total – tudo em ‘condição notável’.

Uma equipe de filmagem da unidade de História Natural da BBC capturou o momento em que os cientistas perceberam exatamente o quão grande era a sua descoberta. “Dado o tamanho desses ossos, o novo dinossauro é o maior animal conhecido que andou na Terra”, os pesquisadores disseram à BBC News.

download

“Com o seu pescoço esticado, ele tinha cerca de 20 metros de altura – o equivalente a um edifício de sete andares” acrescentaram.

Este herbívoro gigante viveu nas florestas da Patagônia entre 95 e 100 milhões de anos atrás, acreditam os cientistas, com base na idade das rochas em que foram encontrados os ossos.

Mas, apesar de sua magnitude, ele ainda não tem um nome. ‘Ele terá um nome que descreva sua magnificência e em homenagem à região e aos proprietários rurais que nos alertaram sobre a descoberta’, disseram os pesquisadores.

Houve muitos candidatos anteriores ao título de ‘maior dinossauro do mundo’. O mais recente pretendente ao trono foi o Argentinosaurus, um tipo similar de saurópode. Originalmente, pensou-se que ele pesava 100 toneladas, mais tarde, porém, a estimativa foi revisada para cerca de 70 toneladas.

É complicado estimar o peso dos dinossauros – há mais de uma técnica e, em geral, os cálculos se baseiam em esqueletos incompletos. O peso Argentinosaurus foi estimado a partir de somente alguns ossos, mas no caso da nova descoberta os pesquisadores tinham dezenas para trabalhar, tornando-os mais confiantes na sua estimativa.

Paul Barrett, especialista em dinossauros do Museu de História Natural de Londres, concorda que a nova espécie é ‘realmente uma grande criatura’. Ele advertiu, porém, que é difícil ter certeza sobre seu tamanho preciso, pois as estimativas são feitas com informações incompletas.

article-2631309-1DF2042700000578-817_634x418

Além deste achado, esta semana a imprensa foi informada que outro trabalhador rural argentino havia igualmente descoberto os restos de um dinossauro que poderia ter pesado quase 100 toneladas.

Desta vez trata-se do fêmur de um dinossauro herbívoro da família dos Saurópodes que viveu há cerca de 100 milhões de anos. O achado ocorreu na província argentina de Chubut (sul), perto da cidade das Plumas.

O osso “é o equivalente ao de 14 elefantes africanos, por isso que se deduz que o animal pesava pelo menos 100 toneladas”, disse o pesquisador Pablo Puerta, do museu Paleontológico “Egídio Feruglio”, em entrevista à agência oficial “Télam”.

O descobrimento foi realizado há mais de três meses, nos quais os pesquisadores do museu estiveram trabalhando em sua recuperação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s