UM POUCO DA GENEALOGIA DE MANOEL DE SOUSA NETO – UM DOS GRANDES INIMIGOS DE LAMPIÃO

14322623_757502031057018_6869060108066137675_n
Manoel Neto está de óculos na extrema direita.

Por Sálvio Siqueira

Manoel de Sousa Neto foi um marco entre aqueles que combateram o banditismo nos sertões nordestinos, no tempo do cangaço, mais especificamente na fase lampiônica, 1919/1938.

Mané Neto, como era chamado por muitos, fez parte de uma ‘tropa’ de combatentes vingada dos filhos da região de Nazaré do Pico, distrito de Floresta, no Sertão do Pajeú pernambucano, chamados de “Os Nazarenos”.

Na verdade, as coisas começaram a ficar bem apertadas para o “Rei dos Cangaceiros” depois que foi formada essa Força Volante, que era composta por Praças e voluntários, contratados, que se dispusera a caírem no ‘mundo da caatinga’, em perseguição aos bandos de cangaceiros.

14364772_757501231057098_5222865985324189924_n

Antes da formação da mesma, o governo pernambucano envia várias colunas da Capital com a missão de combater o banditismo no interior do Estado. Porém, a formação desses soldados nada tinha haver com a realidade do particular que consiste o bioma caatinga. Muitos ficaram fora de ação sem nem mesmo entrarem em combate contra os inimigos… Bem, isso é um assunto extenso que carece não uma, mas, várias matérias sobre o mesmo.
Manoel de Souza Neto nasceu na fazenda Algodões, no município de Floresta, PE, no dia 1º de novembro de 1901. Era primogênito de oito irmãos, “Auta, Amerina, Filomena; Alonso, Afonso, Ancilon e Arcôncio”, filho do Sr. Gregório Nogueira do Nascimento e de dona Maria Mendes de Sá. Tendo como avós paternos o casal Manoel de Souza Ferraz e dona Florência Filismina de Sá, e maternos o Sr. José Vitoriano de Sá e dona Ana Mendes de Sá.

Seu avô materno, José Vitoriano de Sá, ver-se envolvido em uma séria intriga, lá pelos idos de 1865, quando o mesmo morava na beira do “Velho Chico”, e acaba sendo preso. Seus inimigos eram tão ferrenhos e sanguinários que arrobam a cadeia e o arrancam de lá. Depois o sangram por vingança.

14316826_757501757723712_1406973963015199149_n

Quando se inicia a década de 1920, mais precisamente no ano de 1922, segundo a escritora Marilurdes Ferraz, Mané Neto viaja para a cidade de Rio Branco, hoje Arcoverde, PE,levando peles de animais para serem vendidas. No entanto, ele estende sua ida até a Capital do Estado e, seguindo o exemplo de Arcôncio de Sousa Ferraz, terceiro filho do casal Gregório Nogueira e Maria Mendes, seu irmão, se alista na Força Pública.

Participou de vários combates contra cangaceiros tais como o da Caraíba, da Tapera, da Favela, da Serra Grande, da Maranduba… entre tantos outros. Ficando na história do Fenômeno Social como um dos mais ferrenhos perseguidores de Lampião. Aposenta-se como coronel da PM-PE. Foi Delegado e Prefeito.

Manoel Neto não casou, mas, deixou filhos com a senhora Otacília Gomes de Sá, que segundo o escritor Leonardo Gominho, em seu livro “Floresta – uma terra, um povo”, Vol. 15 da Coleção Tempo Municipal (FIAM – Governo do Estado de Pernambuco), foram Margarida Maria Siqueira Campos e Manoel Gomes de Souza. Ela constitui família e gera oito filhos, ele, casa-se com Josefa Ester de Araújo, tendo onze herdeiros que são “Maria Cícera Araújo Souza Marques (casada com Rinaldo Leite Marques de Sá, é a mãe de Raniere,de Krausia e de Rinaldo Júnior), João Gomes de Araújo, Sandra Araújo Souza Torres, Olga Maria Gomes Araújo Pires (mãe de Washington e de Letícia), Margarida Gomes Araújo,Filomena Gomes de Araújo, Carlos Vital Gomes de Souza, José Gomes Araújo, FranciscaAraújo Gomes Nunes, Emílio Gomes de Souza e Maria das Dores Araújo Souza.”

14329950_757502324390322_6197106081252104164_n

“Às 7 horas e 45 minutos do dia 3 de novembro de 1979, no Hospital da Polícia Militar, no Derby (Recife). Seu corpo foi levado para sua terra natal, sendo sepultado no cemitério de Nazaré.”

Fonte “Floresta – uma terra, um povo”, Vol. 15 da Coleção Tempo Municipal (FIAM – Governo do Estado de Pernambuco) – Leonardo Gominho
araujo.eti.br

Foto lampiãoaceso.com
Grupo de Estudos “Canganceiros”- Facebook
Marcos De Carmelita Carmelita

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s