Arquivo da tag: Ford

VENDIA-SE DE TUDO

Nesta propaganda publicada na revista cultural “A Cigarra”, de 1928, vemos como um comerciante diversificava de forma radical os produtos que vendia em seu comércio.

Durante décadas a empresa M. Martins & Cia. Foi sinônimo de venda de veículos da marca Ford com uma loja na Avenida Tavares de Lira, perto do Grande Hotel.

Mas a propaganda apresentada mostra que a agência de veículos, o que hoje chamamos concessionária, vendia d tudo um pouco, basta ler o anúncio. Aponta como uma característica e a necessidade de um lojista diversificar naquela época.

Mesmo assim, misturar aspirador com pneus é bem estranho.

Todos os direitos reservados

É permitida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de
comunicação, eletrônico ou impresso, desde que citada a fonte e o autor.

O “CARRINHO” DE CAICÓ

Dizem que os potiguares dão um valor enorme a veículos, de todos os tipos e modelos. Afirma-se que com a saída dos militares norte americanos de “Parnamirim Field”, eles deixaram muitos carros de primeira qualidade e isto criou o gosto do pessoal local por automóveis de ponta.

Se for verdade, ou não, só pesquisando.

Mas podemos ver nas páginas do jornal “O Seridoense”, de 1924, que no interior do Rio Grande do Norte a comercialização de veículos é bastante antiga.

Vemos o anúncio do agente, não da concessionária, da marca FORD em Caicó. O dito agente era o Sr. Renato Celso Dantas, comerciante e fazendeiro, que se não me engano, era filho do proprietário do sítio Penedo, o coronel Celso Dantas, casado com a Sra. Ana Philomena de Brito Guerra.

Reparem que as indicações, as vantagens do veículo modelo “Voiturette” (carrinho em francês) apontam para coisas que hoje já nem são mais utilizadasem veículos de menor porte. Um exemplo é o “pneu balão”, ou seja, com câmara de ar, que davam uma melhora na suspenção, sendo esta uma situação extremamente positiva naquelas estradas poeirentas e cheias de pedras do Seridó.

Eram outros tempos.

Duvido que a FORD hoje vá anunciar o seu veículo de menor porte, o FORD KA, como um mero “carrinho”.

© 2010 Copyright Tok de História Todos os direitos reservados